COMO AJUDAR

Sendo Sócio (mínimo 2 euros mensais); Voluntário / Apadrinhar; Adoptando um animal Donativos em géneros: Ração para cão/gato; Mantas / Camas / Casotas; Anti-parasitários Donativo monetário: NIB: 0035 0774 0013 9251 33043 NIF: 506 350 312 TLM - 938514487 ( deixe sms ou telefone das 7h30 as 8h15 ou depois das 19h00) Email: sobreviver.setubal@hotmail.com



sexta-feira, agosto 04, 2006

Porquê ESTERILIZAR?

Em Portugal e no resto do mundo, a população de animais de companhia, nomeadamente de cães e de gatos, cresce dia após dia. E o problema não se resume somente aos animais que já estão nas ruas. Este aumento é determinado não só pela reprodução descontrolada dos animais de rua, mas também pelo acasalamento indesejado dos animais que possuem dono.
São muitas as ninhadas que são abandonadas no meio de nenhures, sendo que os filhotes que sobreviverem irão gerar mais e mais animais, que terão um destino incerto. Muitos são os donos que permitem que os seus animais andem soltos, não tendo nenhum controlo sobre os acasalamentos. E a história repete-se vezes sem conta: gestação indesejada, ninhada abandonada, mais cães e gatos nas ruas...

Infelizmente, nem todos aqueles que nascem conseguem um bom lar. São muitos mais os animais que nascem do que os lares que existem para eles. Por esse motivo, milhares de animais são sacrificados todos os anos em canis e gatis, simplesmente porque ninguém os quer. Vale frisar que isto não ocorre apenas com animais sem raça definida. Cada vez mais são também abandonados e entregues em abrigos/canis/gatis animais de raça definida, com pedigree.

O problema da superpopulação é um problema real e cada vez mais grave. Segundo a WSPA (Sociedade Mundial Para a Protecção dos Animais), uma única cadela, com uma vida reprodutiva de 6 anos, poderá dar origem a 6.000 descendentes, enquanto uma gata em apenas 2 anos poderá deixar 2.000 descendentes. Pode pensar que o seu animal não irá ser alvo de nenhum descuido e por isso a esterilização não é necessária.
A verdade é que esses descuidos são muito comuns. TRAVE ESTE CICLO! ESTERILIZE O SEU ANIMAL!

2 comentários:

Mancholas disse...

Aqui esta soluçao a todos os problemas. Nao e o abate sadico dos animais, que quase todos os canis em portugal praticam. estou a angariar dinheiro para começar tambem a esterilizar algumas cadelas de rua

Sobreviver disse...

:) De facto todos nós podemos ajudar. Se não conhecermos nenhuma clinica que nos facilite a esteriização de animais abandonados, contactem a assoc de defesa animal local que de certo conhecerá. Estará a ajudar a assoc e a ajudar travar este enorme prob. A única condição que as assocs impõem é tratarem-se de animais abandonados. Se quiserem ajudar mas não conheçam nenhuma colónia «reprodutiva» façam uma peq contribuição à Sobreviver. Temos imensas colónias identificadas (Belavista, Beira-mar, Troia) e poucos apoios monetários...